Comunicado do Gabinete de Imprensa do CC do KKE sobre a resolução anticomunista do parlamento ucraniano

 

Azov neo nazi

O KKE condena explicitamente a inaceitável resolução do parlamento ucraniano que identifica o comunismo com o fascismo e proíbe a actividade dos comunistas e a divulgação das ideias comunistas, e ao mesmo tempo prossegue a justificação histórica dos fascistas do chamado “Exército de libertação ucraniano”.

O parlamento ucraniano actual, como é bem sabido, surgiu de eleições que se celebraram em condições de violência, de fraude eleitoral e de guerra civil. Estas condições prevaleceram em consequência da descarada intervenção dos EUA e da União Europeia na Ucrânia, no quadro da rivalidade com a Rússia.

As forças políticas que ascenderam ao governo e têm a maioria no actual parlamento da Ucrânia pretendem com esta lei seguir o “modelo” do caminho dos países bálticos, onde desde há mais de 20 anos se aplicam leis similares que identificam o comunismo com o fascismo, enquanto ao mesmo tempo os fascistas ucranianos são historicamente justificados e são já apresentados como “patriotas” e “democratas” porque lutaram ao lado dos nazis contra o poder soviético.

Esta resolução conta com o apoio ideológico e político dos EUA e da União Europeia, como demonstram os comunicados do Parlamento Europeu e do Conselho de Europa.

O momento em que esta resolução é adoptada não é casual. Deteriora-se a condição socioeconómica dos trabalhadores, promovem-se medidas antioperárias-antipopulares e os planos para que a guerra civil prossiga no sudeste da Ucrânia não só não foram abandonados como vão ganhando terreno. Com esta resolução pretende-se promover o terror político à custa dos que resistem ao governo reaccionário actual de Kiev.

O governo de SYRIZA-ANEL fica exposto, uma vez que participa activamente no apoio da UE ao governo reaccionário de Kiev, tal como se depreende das “Conclusões do Conselho Europeu sobre as relações exteriores” (19 de Março de 2015).

O KKE expressa a sua solidariedade para com os comunistas da Ucrânia e a certeza de que a luta do povo da Ucrânia, 70 anos depois da Vitória Antifascista dos Povos, rechaçará também estes planos anticomunistas e antipopulares.

Atenas 11/4/2015

Fonte: KKE

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s