PAME: TODOS À RUA!

11junPAMEatenasIMG_20150611_194959

Uma nova manifestação será organizada pela PAME na terça 23 de Junho na Praça de Omonia às 18 horas (Atenas, hora grega). A PAME está a apelar à “mobilização popular para bloquear o novo e brutal acordo anti-popular, o novo pacote anti-popular que será descarregado em cima de todos nós.”

No mesmo dia, os pensionistas vão organizar uma manifestação nacional em Atenas.

A PAME declara no seu comunicado para a manifestação que:
“A solução encontra-se nas lutas sob as bandeiras dos interesses operários e populares, na base dos nossos direitos e das nossas necessidades e não dos patrões. A solução encontra-se no confronto nos locais de trabalho, no contra-ataque total contra os nossos exploradores, que são os únicos que têm lucrado com com as novas brutais medidas.

Nós definimos as nossas próprias linhas vermelhas!

Nós viramos as costas aos que querem que nós aplaudamos o governo e os seus parceiros, aos cheerleaders da negociação que nos está a levar à pobreza para proveito dos lucros de uns poucos.
Nós  viramos as costas aos defensores da UE, das uniões do capital e aos seus lacaios, que estão a protestar pelo seu “direito” a continuar a viver à custa do suor alheio, que continuam a explorar a vasta maioria do povo ainda mais barbaramente.

Nós não temos nada a ver com eles! Nós não somos os mesmos!
Nós não colocamos as nossas palavras de ordem e as nossas faixas sob falsas bandeiras. Nós não temos os mesmos interesses, as mesmas ansiedades e dificuldades que os nossos exploradores.
Ou se está com os monopólios ou se está com as necessidades populares! Não há outro caminho! O nosso caminho é de luta, de ruptura com a UE e com o rumo dos monopólios.

Nenhum apoio ao novo memorando seja qual for o nome que eles lhe dão!

Nenhuma aceitação da brutal e anti-popular União Europeia!

Em 11 de Junho mais de 700 organizações sindicais e populares deram uma forte resposta em 60 cidades gregas.
Na terça, a voz dos trabalhadores , dos pensionistas, da juventude e das mulheres será ouvida mais uma vez.
As nossas lutas não são um jogo dentro da competição dos monopólios, não são as propostas e a linha política da UE, do FMI, do BCE, da Rússia e da China. O povo não tem interesse em escolher a corda com que estas forças o vão enforcar, o nosso interesse está em pôr em causa o poder destas forças.
A “estrada de sentido único” da UE foi demonstrada como sendo desastrosa e danosa para os interesses operários e populares.

Toda a gente tem de juntar-se às lutas!

Trabalhadores, desempregados e jovens. Não aceitem:
-As novas e velhas leis da segurança social.
-Os contínuos ataques aos rendimentos populares, aos salários e às pensões.
-As novas taxas e impostos.

As nossas vidas não aguentam mais medidas. As nossas necessidades não podem esperar. Nós exigimos, aqui e agora, contra a intimidação e a chantagem:
-Subidas nos salários, nas pensões e nos subsídios.
-Recuperação de todas as perdas.
-Restauração dos Acordos Colectivos de Trabalho.
-Abolição das leis anti-laborais.
-Protecção real para os desempregados.

Nós organizamos a nossa resposta!

Nós concentramos a nossa força!

Nós fortalecemos os nossos sindicatos em cada sector. Nós respondemos de forma militante! Nós esmagamos o clima de medo, a chantagem e as ameaças dos patrões, do governo e da troika UE-FMI-BCE.

Só a nossa força e acção pode abolir as leis anti-populares, os memorandos e os patrões!

22.06.2015

Fonte: KKE

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s