SGB: Solidariedade aos trabalhadores gregos dos hospitais privados em luta

pameSGB111029

Os trabalhadores dos hospitais privados em toda a Grécia entraram em greve em 1 de julho com a PAME contra as decisões da Organização para a Arbitragem e Mediação, que, endossando as opções anti-populares do governo SYRIZA, na total continuidade com os governos sociais-democratas sociais e conservadores anteriores, impõe cortes às condições de vida e direitos dos trabalhadores.

Com a cumplicidade dos sindicatos do regime procuram impor cortes pesados que iriam custar € 3.000 em benefícios laborais retroactivos.

Estão previstos cortes inclusive nos salários base e querem também impor uma divisão entre os trabalhadores: está prevista uma remuneração para trabalhadores com menos de 25 anos com menos de 25% de salário.

A liberdade e o direito à greve é ainda mais restrito e torna-se quase impossível.

A Grécia está a experimentar, na pele dos trabalhadores e de toda a população, os efeitos das políticas de “austeridade” que as receitas dos bancos europeus impõem, a sua luta é simbolicamente a luta de todos os trabalhadores do sector privado da saúde, mas também de todos os trabalhadores de todos os sectores.

O que está a acontecer na Grécia é o ensaio geral do que a capital e sua expressão mais feroz pretende fazer em qualquer lugar em nome de sua própria crise.

Para as trabalhadoras e os trabalhadores gregos e para a PAME chega a solidariedade do Sindicato Geral de Base e o apoio de toda a classe trabalhadora italiana.

Milão 30 de junho de 2016

Fonte: Sindacato Generale di Base

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s