Category Archives: Luta de Classes dentro dos Sindicatos

The communists and the situation of the working class and the regroupment of the workers movement

Just read it:

https://eucpworkermovement.wordpress.com

Advertisements

Formas de Luta – Livro da PAME

3. Forms of Struggle
3. Formas de Luta
 
What can lead to dynamic forms of struggle is the wide and steady educational work and information in the workplaces. If, it is firmly established in our ranks, the perspective that the main purpose of the struggle is the rise of the working-class political experience, its organization, the massification of the struggle and its preparation to claim the power, then it will be easy to develop a wider agitation work that will escalate militant tendencies.
 
O que pode levar a formas de luta dinâmicas é a informação e o trabalho educacional sistemático e amplo nos locais de trabalho. Se estiver firmemente estabelecido nas nossas fileiras que o propósito principal da nossa luta é a ascenção da experiência política da classe operária, da sua organização e da massificação da luta, e a sua preparação, para tomar o poder, então será fácil desenvolver um mais amplo trabalho de agitação que irá radicalizar as tendências militantes (combativas).
 
 
• To evaluate correctly the level of consciousness, prejudices, fears always aiming to raise the level of conscious struggle. The dedicated work in this direction along with good processing of demands, slogans and positions, with workers’ participation in all these processes, can give effective, active forms of struggle as wells as a variety of forms.
• The strategy and tactics of the opponents to be carefully studied starting with the employers and reaching their mechanisms.
 
– É preciso avaliar correctamente o nível de consciência, os preconceitos e medos sempre apontando para subir o nível de consciência da luta. O trabalho dedicado neste sentido com um bom processamento de reivindicações, palavras de ordem e posições, com a participação dos trabalhadores em todos estes processos, pode impulsionar formas de luta activas e eficazes, assim como diversificadas.
– É preciso que as estratégias e tácticas do inimigo sejam cuidadosamente estudadas a começar pelos patrões e incluindo os seus mecanismos.
 
 
 
To study their class intransigence, their consistency, their maneuvers and to plan similar tactics to face them. To the extent this is achieved, we create conditions that can also provide a variety of forms of struggle.
 
PAME – All Workers Militant Front – Greece
37
 
De forma a estudar a intransigência de classe deles, a sua consistência e as suas manobras e a planear tácticas similares para enfrentá-los. Na medida em que isto for alcançado, nós criamos as condições que podem impulsionar uma diversidade de formas de luta.
 
 
 
 
The forms of struggle must reflect the level of willingness to clash, of, at least, the organized union forces.
 
As formas de luta têm de reflectir o nível de vontade de entrar em confronto de, no mínimo, as forças organizadas do sindicato.
 
 
 
 
If we monitor the developments correctly, we will have enrichment of the forms of struggle and their dynamism. We are not dogmatic on any form and we are preparing for all forms of struggle, to the most advanced.
 
Se nós monitorizarmos os acontecimentos correctamente nós teremos um enriquecimento das formas de luta e do seu dinamismo. Nós não somos dogmáticos em relação a qualquer das formas de luta e estamos a preparar-nos para todas as formas de luta, incluindo para as mais avançadas.
 
 
 
 
 
About the “forms of struggle” the clash between the two lines escalates since the class line must utilize all forms of struggle, while the line of class collaboration tries to castrate them. Today the controlled by governments and employers trade unionism in reality cancels the forms of demanding through the so-called “Social Dialogue”. There are massive unions trapped in the line of “social dialogue” and not that of demanding, in various forms, eg protest to employers, work stoppage, strike, etc.
 
A propósito das “formas de luta” o confronto entre as duas linhas radicaliza-se uma vez que a linha de classe tem de utilizar todas as formas de luta enquanto a linha de conciliação de classes tenta castrá-las. Hoje em dia o sindicalismo patronal e governamental na realidade cancela as formas de reivindicação através do chamado “diálogo social” (concentração social). Existem sindicatos massivos (enormes) sequestrados pela linha de “diálogo social” e estes não procuram reivindicar em várias formas (ex: protestos contra os patrões, parar de trabalhar, greve, etc…).
 
 
 
The class-oriented trade union movement must assess correctly each and every time (at the place and time) which is the most appropriate form of struggle and at which point. It must be able to switch, when it’s necessary, the forms of struggle. To be able to judge which form promotes better the content of the mobilization.
 
O movimento sindical com orientação de classe tem de analisar correctamente em todo e cada momento (no lugar e no momento certo) qual é a forma de luta mais apropriada e a que ponto aplicá-la. Ele tem de ser capaz de mudar, quando é necessário, as formas de luta. Tem de ser capaz de avaliar que forma promove melhor o conteúdo da mobilização.
 
 
 
 
To be interested in the rallying of forces, the securing of reserves and the forces of solidarity. To know very well the general conditions of the specific company (where the struggle takes place).
To work on the slogans of the struggle. To have prepared the strike committee and picket lines. To have foreseen the need of a strike fund. When we enter into a struggle, in our planning, we have to estimate its horizon, up to its ending. We have to be able to choose the moment for negotiations, the moment for escalating and advancing the conflict.
 
É preciso que esteja interessado na acumulação de forças, no garantir de reservas e de forças solidárias. É preciso que conheça muito bem as condições gerais de cada empresa específica (onde a luta tem lugar). É preciso trabalhar nas palavras de ordem da luta. Ter o comité de greve preparado e as linhas de piquete. Ter antecipado a necessidade de fundo de greve. Quando nós entramos numa luta, no nosso planeamento, nós temos de calcular o seu horizonte até ao fim da luta. Nós temos de ser capazes de escolher o momento para as negociações e o momento para radicalizar o confronto e  para avançar no conflicto.
 
Forms
 
• Protest of the Board
• Motion with signatures
• Protest Action
• Rally – Demonstration
• Walk-offs
• Occupation
• Branch Strike
• General Strike
• Political Strike
 
PAME – All Workers Militant Front – Greece
39
 
Formas
– Protesto da Direcção
– Moção com recolha de assinaturas
– Acção de Protesto
– Comício – Manifestação
– Sair do trabalho (walk-offs)
– Ocupação
– Greve de Sector
– Greve Geral
– Greve Política
 
 
About the strike
Sobre a greve
 
The strike, child of capitalism, is in many countries today constitutionally recognized, as a result of years of workers’ struggles. It is a form of reaction of the workers against the employers and their state, of the conflict between the working class with the capital.
 
A greve, que é filha do capitalismo, é hoje em dia em muitos países reconhecida constitucionalmente, como resultado de anos de lutas operárias. Ela é uma forma de reacção dos trabalhadores contra os patrões e o seu Estado, é uma forma de conflicto da classe operária com o capital.
 
 
 
This form of struggle appears simultaneously, we would say, with the emergence of capitalist relations of production. The various forms of struggle of the oppressed in feudalism had nothing in common with the strike of the working class.
 
Esta forma de luta aparece, nós diríamos, simultaneamente com as relações capitalistas de produção. As várias formas de luta dos oprimidos durante o feudalismo não tinham nada em comum com a greve da classe operária.
 
 
 
 
In Greece such a form of struggle, as recorded by various historians, appeared shortly after the Greek Revolution of 1821. In particular, in 1826 in the city of Nafplion took place the first strike of workers in Printing. It was a strike in embryonic form, mixed with many other elements, which reflected the condition of the working class of Greece at the time, which was just beginning to make its first steps. It was this class, which would later leave its mark on the major developments of the country, when it would form its trade unions and its political party. It’s the same class, to which history has assigned huge tasks.
 
Na Grécia tal forma de luta apareceu – como recordam vários historiadores – pouco depois da Revolução Grega de 1821. Em particular em 1826 na cidade Nafplion teve lugar a primeira greve dos operários da indústria gráfica. Foi uma greve na sua forma embrionária, misturada com outros elementos, que reflectia a condição da classe operária da Grécia daquele tempo – que estava apenas a começar a dar os seus primeiros passos. Foi esta classe que iria mais tarde deixar a sua marca nos grandes acontecimentos do país, quando ela formou os seus sindicatos e o seu partido político. É a mesma classe a quem a história confiou a responsabilidade por enormes tarefas.
 
 
 
For a unionist that accepts the principle of class struggle, strike is not just an “abstention from work”. Many are those who try – and not by accident – to limit the context of the strike in the abovementioned phrase. Even though, it is not possible to reveal what hides behind the factory, industrial, or “economic” strike through the daily activities, the fact remains that the worker starts -with his small experience- to understand more and more clearly that behind the employer, behind the group or groups of employers, lays their mechanism, the state of the Capital.
 
Para um sindicalista que aceita o princípio da luta de classes, a greve não é apenas uma “abstenção de trabalhar”. Muitos são os que tentam – e não é acidental – limitar o contexto da greve à expressão atrás mencionada. Mesmo que não seja possível revelar o que se esconde por detrás da greve de fábrica, de indústria ou “económica” através das actividades do dia-a-dia, o facto persiste que o trabalhador começa – com a sua pequena experiência – a perceber mais e mais claramente que por detrás do patrão, por detrás do grupo ou dos grupos de patrões, repousam os seus mecanismos, o Estado e o Capital.
 
 
 
As, Lenin, the founder of the Soviet state underlined: “The strike teaches workers to understand where lays the power of the bosses and where the power of the workers, it teaches them to think not only about their own boss and not only about those close to them, but about all the bosses, about the whole class of the capitalists and the whole class of the workers. »
 
Tal como Lenine, o fundador do Estado Soviético, realçava:  “A greve ensina os trabalhadores a a compreender onde está o poder dos patrões e onde está o poder dos trabalhadores. A greve ensina os trabalhadores a pensarem não apenas no seu patrão e não apenas naqueles perto deles, mas acima de tudo ensina a pensar em todos os patrões, a pensar na classe toda dos capitalistas e na classe toda dos trabalhadores”.
 
 
 
And followed, talking about the weapon of this struggle, he stressed: “The strikes are one of the means of struggle of the working class for its emancipation, but it is not the only one and if the workers do not pay attention to other means of struggle, then they will slow down the growth and the successes of the working class.”
 
E de seguida, falando da arma que constitui esta forma de luta, ele assinalou: “As greves são uma das formas de luta da classe operária para a sua emancipação, mas não é a única e se os trabalhadores não estiverem atentos a outras formas de luta, então eles vão diminuir a velocidade do crescimento da força e dos sucessos da classe operária”.
 
 
 
 
The strike is not just an “abstention from work”, it is a great weapon of the working class in its struggle for social justice and prosperity. We must say that it takes skills to use this weapon, because in cases that it is not used properly, it could be turned against the working class and its interests.
 
A greve não é apenas uma “abstenção de trabalhar”. A greve é uma grande arma da classe operária na sua luta por justiça social e prosperidade. Nós temos de dizer que é preciso engenho para usar esta arma, porque nos casos em que ela não é usada devidamente, ela pode virar-se contra a classe operária e contra os seus interesses.

A Assembleia Geral do sindicato – Livro da PAME

2. The General Assembly of the union
2. A Assembleia Geral do sindicato
The Assembly is the highest body of the trade union organization and decides for every matter that is not under the supervision of any other body, so it is by law, part of jurisdiction for the assembly.
A Assembleia Geral é o órgão mais elevado da organização sindical e é o órgão que decide todo e qualquer assunto que não está sob a supervisão de qualquer outro órgão – assuntos que estão por lei dentro da jurisdição da Assembleia.
The assembly has an exclusive jurisdiction for some matters, e.g. changing the goals, modifying the union’s statute and ceasing the trade union.
A Assembleia tem jurisdição exclusiva sobre alguns assuntos, por exemplo: mudar os objectivos do sindicato, mudar os estatutos do sindicato e dissolver o sindicato.
Finally the Assembly has the exclusive jurisdiction to monitor and review the bodies of the trade union, to cease the administration, if that is justified by an important cause. The General Assembly is called by the Union’s Board that has been lawfully established.
Finalmente a Assembleia tem a exclusiva jurisdição para monitorizar e supervisionar os órgãos do sindicato e para destituir a sua administração se isso for justificado por uma razão importante. A Assembleia Geral é convocada pela Direcção do Sindicato que foi estabelecida legalmente.
The union’s statute defines the terms, under which the assembly is called, meets and decides. The union’s statute usually predicts regular and exceptional general meetings and it defines the way of invitation, as well as the deadlines that must be healed for the invitation of the members before the date of the General Assembly.
Os estatutos do sindicato definem os termos definem os termos em que a assembleia é convocada, reúne e decide. Os estatutos do sindicato geralmente prevêem reuniões plenárias regulares e extraordinárias e definem a forma das convocatórias, assim como os prazos que têm de ser respeitados para a convocatória dos membros do sindicato antes da data da Assembleia Geral.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
34
The quorum percentage is calculated based on the number of the members that have paid their fees (article 8 par.2 law 1264) and have the right to vote. The union’s statute can freely set the quorum percentage. For the quorum, are also counted the members that are present but they do not participate to the voting process.
A percentagem de quórum é calculada baseada no número de membros que tenham pago as suas cotas (artigo 8 parte 2 lei 1264) e que tenham direito de voto. Os estatutos do sindicato podem livremente definir a percentagem quórum. Para o quórum contam também os membros que estejam presentes mas que não participam no processo de votação.
The quorum must exist not only at the beginning but during the Assembly too. So if there is no quorum during the Assembly or during the votes, decisions are not legal.
O quórum tem de existir não apenas no início mas também durante toda a Assembleia também. Desta forma se não houver quórum durante a Assembleia ou durante a votação, as decisões não são legais.
Of course the setting of the quorum is part of the internal function of the trade union organizations. So the union’s statute sets freely the quorum, meaning the percentage of the members that must participate to the meeting so there can be discussion and voting. The General Assembly decides with voting, but never by voice. The decisions of the Assembly, if it is not set differently by the union’s statute, are taken by the relative majority of the present members.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
35
Claro que a definição do quórum é parte do funcionamento interno das organizações sindicais. Então os estatutos do sindicato definem livremente o quórum, isto é a percentagem dos membros que têm de participar na reunião para que possa haver discussão e votação. A Assembleia Geral decide-se através da votação e nunca verbalmente. As decisões da Assembleia, se os estatutos do sindicato não disserem nada em contrário, são tomadas pela maioria relativa dos membros presentes.
The Assembly of the union must be prepared with care. The members of the union have to know when it will be, to know the agenda, so as to be prepared to state their opinion, to contribute to the collective thinking.
A Assembleia do sindicato tem de ser preparada com cuidado. Os membros do sindicato têm de saber quando ela vai ser e como vai ser a agenda, de forma a estarem preparados para dar a sua opinião e para contribuir para a reflexão colectiva.
The General Assemblies must not be prepared sloppily, without any context, but to take action for massive attendance. To use all means to contact with the members, tours and campaigns before the Assembly, to massive working places.
As Assembleias Gerais não podem ser preparadas de forma trapalhona e sem qualquer contexto e pelo contrário têm de se tomar medidas para ter uma participação massiva nos seus trabalhos. É preciso usar todos os meios para contactar com os membros, tais como rondas pelos locais de trabalho e campanhas de apelo à participação antes da Assembleia, especialmente em locais de trabalho massivos.
The GA should not be left in chance, to be held just to be held. It’s not a typical procedure, an obligation. If we take measures so that the discussion in our meetings is lively, rich, if we encourage our members to speak, they can give a boost to our work, so that the collective decision to be implemented with discipline and with greater determination. Also, it can expand in to more workplaces.
A AG não deve ser deixada ao acaso e ser levada a cabo só para preencher o calendário. Não é uma prática rotineira, uma obrigação. Se nós tomarmos medidas para que a discussão nas nossas reuniões seja calorosa e rica nós encorajamos os nossos membros a falar. Os nossos membros podem dar um forte impulso ao nosso trabalho, para que a decisão colectiva seja implementada com disciplina e maior determinação. Além disso a participação dos membros pode expandir o sindicato a mais locais de trabalho.
To call more often regular general assembly’s to report to the union members. To be ready to accept criticism, to correct our mistakes and omissions.
É preciso convocar Assembleias Gerais mais regulares para prestar contas aos membros do sindicato. É preciso estarmos preparados para aceitar críticas e para corrigir os nossos erros e omissões.
The speed of the developments, the complexity and the number of our political duties, force us seek for fast and more effective ways of function and contact with the workers. In addition to the well tried way and irreplaceable form of the general assembly, it also helps to hold meetings in each workplace, the call open Board meetings.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
36
A velocidade dos acontecimentos e a complexidade e o número das nossas tarefas políticas forçam-nos a procurar formas mais rápidas e eficazes de funcionamento e contacto com os trabalhadores. Além da bem testada e insubstituível forma que é a Assembleia Geral, também ajuda levar a cabo reuniões em cada lugar de trabalho e convocar reuniões abertas da Direcção.
To exchange the experience for the tendencies of the people and mostly for actions for fast and effective intervention. Another tried form that helps the union bodies to know the moods of the people are the gatherings – meetings with the workers during the fights and after. It also helps to unite the activity of all forces into the implementation of the planning and the realization of our goals.
É preciso o trocar de experiências em favor das tendências populares e acima de tudo em favor da intervenção rápida e eficaz. Outra forma testada que ajuda os órgãos do sindicato a conhecer os estados de espírito do povo são as concentrações-reuniões com os trabalhadores durante as lutas e depois das lutas. Isto também ajuda a unificar a actividade de todas as forças na implementação do planeamento e da concretização dos nossos objectivos.
—————————————————————————————————————————-
——————————————————————————————————————

Organização – Massificação – Livro da PAME

Organization – Massification
Organização – Massificação
Our bonds with the working class must be close. They must be based into solid ground and be constantly renewed. Today they are not those that are needed, those that the conditions require. It’s not enough the casual communication from time of some unionists with workers in the factories, or a tour that doesn’t create bonds but just shows presence.
The creation of a group of people, who are at the vanguard or at least active inside the basic industries, factories and organizations is a precondition for our work to have results. The correlations do not change with a good campaign, with slogans or handing out an announcement.
As nossas ligações com a classe operária têm de ser próximas. Elas têm de ser enraizadas em bases sólidas e ser constantemente renovadas. Hoje elas não são aquelas que são necessárias, aquelas que as condições actuais requerem. Não é suficiente a comunicação casual de tempos a tempos de alguns sindicalistas com os trabalhadores nas fábricas ou uma passagem de rotina pelos lugares de trabalho que não cria ligações e apenas mostra presença.
A criação de um grupo de pessoas, que estão na vanguarda ou pelo menos activas dentro das indústrias básicas, das fábricas e das organizações é uma precondição para o nosso trabalho obter resultados. As correlações de forças não se alteram com uma boa campanha, com palavras de ordem ou com a distribuição de comunicados.
A big part of the working class is unorganized, and even more unorganized are the forces that suffer because of the flexible working relation, with part-time or casual work. Here we have to overcome some well-established beliefs.
The basic issue is the organization of the working class, the breaking of the guild-based unionism, the unity and struggle of all the workers of a place, (including e.g. of the casual workers) in the same union, independently of working relations. And this, no matter the difficulties, is duty of the class movement.
Um grande parte da classe operária não está organizada (ou desorganizada) e ainda mais desorganizadas estão as forças que sofrem por causa de relações laborais flexíveis e com trabalho part-time ou casual. Neste ponto nós temos de superar algumas crenças muito enraizadas. A questão básica é a organização da classe operária, o romper com o corporativismo sindical [Nota do Tradutor: corporativismo vem de corporações de ofício, antigas associações profissionais pequeno-burguesas que resistem até aos dias de hoje, nomeadamente são as chamadas “ordens profissionais”] e a unidade dos trabalhadores em cada local de trabalho (incluindo por exemplo os trabalhadores ocasionais) no mesmo sindicato – independentemente de quais sejam as relações laborais (vínculos laborais). E este é o dever do movimento de classe sejam quais forem as dificuldades.
To strengthen the struggle for the organization of the working class based on their workplace, for the participation of the workers on the unions activity, for the essential democratic function of the unions. To enrich the forms of action.
É pelo fortalecimento da luta pela organização da classe operária baseada no local de trabalho, é pela participação dos trabalhadores nas actividades dos sindicatos e é pela função democrática essencial dos sindicatos que se enriquece as formas de luta.
To improve our work where the class forces are few. We should not accept the negative correlation but to take initiatives to change it. To have an open front against the pro-government unionism. To make sure that we’ll constantly have new contacts from workplaces and the unions, to work with mapping and plan so our forces to grow.
The first level union is the place where can truly change the correlation in the trade union movement.
Basic indicators for the work of a union are its bonds with the workers, the mapping of its branch, the union creating roots inside the big workplaces. The contact with the members of the union is not correct to grow stronger or to appear only during the union elections, big strikes, events, or actions in the workplaces.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
32
Para melhorar o nosso trabalho onde as forças de classe são pequenas nós não devemos aceitar a correlação de forças negativa mas tomar iniciativas para a mudar.
Para ter uma frente de luta aberta contra o sindicalismo governamental, para ter a certeza que nós iremos constantemente ter novos contactos nos locais de trabalho e nos sindicatos, para trabalhar no mapeamento e planeamento para que as nossas forças cresçam, o sindicato de nível primário é o lugar onde nós podemos verdadeiramente mudar a correlação de forças no movimento sindical.
Os indicadores básicos para o trabalho do sindicato são as suas ligações com os trabalhadores, o mapeamento do seu sector e o sindicato criar raízes dentro dos grandes lugares de trabalho. Não é correcto que o contacto com os membros do sindicato se torne mais forte e apareça apenas durante as eleições sindicais, durante as grandes greves e durante os grandes eventos ou acções nos locais de trabalho.
The rallying of new forces with the union must be considered as primary duty. For the worker to be convinced join his union, he needs to feel that the union expresses him, that it will support him, that it is a force in his hands. The context of the actions of the unions needs to expand. To deal not only with the work issues, the wages, but also with all parts of the life of the worker, with Healthcare, Culture, education etc.
A mobilização de novas forças com o sindicato tem de ser considerada um dever primordial. Para o trabalhador ser convencido a aderir ao sindicato, ele tem de sentir que o sindicato é expressão dele próprio, que o sindicato o vai apoiar, que o sindicato é uma força nas suas mãos. O contexto das acções dos sindicatos tem de se expandir para não lidar apenas com assuntos laborais e com salários mas também com  todas as partes da vida do trabalhador, com a saúde, com a cultura, com a educação, etc.
It is necessary to have permanent and steady work, systematic and constant information and enlightening, good knowledge of the developments on the branch and generally, personal contact with the worker. The applications that we take for new members have to be utilized. The new members of the union must be given responsibilities, to get help from the collective proceedings, to participate to each decision the union is taking.
É necessário fazer trabalho permanente, regular, sistemático e constante de informação e esclarecimento, é necessário obter bom conhecimento dos acontecimentos no sector e em geral e é necessário contacto com o trabalhador. As folhas de adesão que utilizamos para inscrever novos membros têm de ser utilizadas. Aos novos membros têm de ser dadas responsabilidades, para obter deles ajuda para as actividades colectivas e para que participem em toda e cada decisão que o sindicato está a tomar.
Contact with the unions’ members is not something typical. It’s not one more duty, but an essential element of the internal life of a union. If you don’t have contact with your members you create cracks to the bonds, the trust is shaken, the relationship has a more typical character, and it creates seeds for breaking the relationship with the union.
O contacto com os membros do sindicato não é algo rotineiro (típico ou banal). Não é mais uma tarefa, mas é sim um elemento essencial na vida interna do sindicato. Se não tens contacto com os teus membros crias fissuras nas ligações, a confiança é abalada, a relação tem um carácter mais rotineiro e isso cria as sementes para romper a relação com o sindicato.
The Board has an obligation to take action to better the internal life of the union. The members have the right to learn about the activities of the union, to know its initiatives, to make suggestions,
to participate in the collective proceedings. At the same time the Board has to have a clear image for each member separately.
To know the problems, to have knowledge for the unemployed that are members of the union; how are they surviving, what difficulties they are dealing with; to take action for protection and solidarity.
A Direcção tem a obrigação de passar à acção para melhorar a vida interna do sindicato. Os membros têm o direito de aprender sobre as actividades do sindicato, de conhecer as suas iniciativas e fazer sugestões, para poderem participar nos procedimentos colectivas. Ao mesmo tempo a Direcção tem de ter uma imagem clara de cada membro separadamente.
A Direcção tem de conhecer os problemas dos membros e tem de ter conhecimento da situação de desemprego  em que membros do sindicato se encontram. A Direcção tem de saber como eles estão a sobreviver, com que dificuldades eles lidam e passar à acção para lhes oferecer protecção e solidariedade.
That’s how you deepen the bond, that’s how you reinforce the collective – comradely character of the union.
Assim é que se aprofunda a ligação, assim é que se reforça o colectivo e carácter de camarada do sindicato.

Livro da PAME – O livro inteiro

Autor: PAME – Frente Militante de Todos os Trabalhadores
Título: “O funcionamento e acção dos sindicatos baseados nas nossas posições para a reconstrução do movimento sindical”

Índice (links):

Prefácio https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/10/livro-da-pame-prefacio/
Introdução: O que é a PAME https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/20/3345/

A. O que são os Sindicatos – qual o seu papel e a sua missão
1. O que são os Sindicatos https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/20/o-que-sao-os-sindicatos-livro-da-pame/
2. O papel e missão dos Sindicatos https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/20/o-papel-e-missao-dos-sindicatos-livro-da-pame/
Que Movimento precisamos hoje – Que características são necessárias para responder à questão “que movimento precisamos”: https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/21/que-movimento-precisamos-hoje-livro-da-pame/

B. O sindicalismo patronal e governamental e o reformismo no movimento sindical – 1. O sindicalismo controlado pelos governos e pelos patrões – Sobre as Associações de Indivíduos (Forma organizacional de sindicalismo patronal) https://peloantimperialismo.wordpress.com/2016/10/23/o-sindicalismo-patronal-e-governamental-e-o-reformismo-no-movimento-sindical-livro-da-pame/

C. Mais especificamente sobre o trabalho dos sindicatos de nível primário – Como se dividem os sindicatos – Que tipo de sindicatos nós queremos https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/03/mais-especificamente-sobre-o-trabalho-dos-sindicatos-de-nivel-primario/
1. A Direcção do Sindicato https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/06/a-direccao-do-sindicato-livro-da-pame/
Organização – Massificação https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/27/organizacao-massificacao-livro-da-pame/
2. A Assembleia Geral do sindicato https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/27/a-assembleia-geral-do-sindicato-livro-da-pame/
3. Formas de Luta – Sobre a greve https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/27/formas-de-luta-livro-da-pame/
4. Eleições Sindicais https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/eleicoes-sindicais-livro-da-pame/
5. Comissões sindicais https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/comissoes-sindicais-livro-da-pame/
6. Conhecimento de assuntos sindicais e lei laboral https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/conhecimento-de-assuntos-sindicais-e-lei-laboral-livro-da-pame/
7. Propaganda e Imprensa Sindical https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/propaganda-e-imprensa-sindical-livro-da-pame/
8. Trabalho especializado do sindicato
A) Mulheres https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/mulheres-trabalho-especializado-do-sindicato-livro-da-pame/
B) Jovens Trabalhadores https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/jovens-trabalhadores-trabalho-especializado-do-sindicato-livro-da-pame/
C) Migrantes https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/25/migrantes-trabalho-especializado-do-sindicato-livro-da-pame/
9. Frentes de Luta (Cultura-Desporto-Lazer) https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/frentes-de-luta-cultura-desporto-lazer-livro-da-pame/
9.1. Sobre a intervenção cultural nos sindicatos https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/sobre-a-intervencao-cultural-nos-sindicatos-livro-da-pame/
9.2. Drogas – 10. As finanças do Sindicato https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/drogas-livro-da-pame/
11. Para organizar o nosso trabalho para os desempregados https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/para-organizar-o-nosso-trabalho-para-os-desempregados-livro-da-pame/
13. Sindicatos de Empresa e de Sector https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/sindicatos-de-empresa-e-de-sector-livro-da-pame/

D. Afiliação com a PAME https://peloantimperialismo.wordpress.com/2018/01/26/afiliacao-com-a-pame-livro-da-pame/

Afiliação com a PAME – Livro da PAME

D. Affiliation with PAME
D. Afiliação com a PAME

PAME is not an effort exhausted to the current needs of the trade union movement. It is birth of the conditions of class struggle, of the correlation of forces in the trade union movement.

A PAME não é um esforço esgotado dentro das necessidades do movimento sindical. A PAME é o nascimento das condições para a luta de classes no âmbito da correlação de forças dentro do movimento sindical.

PAME is a result of rallying the trade unions’ need to react against the corrupt class features of the trade unionism controlled by governments and employers. PAME comes from the need to rally and prepare the workers’ forces, to fight with continuity and determination against imperialism, against the regime of the monopolies. Therefore, achieving unified perception about the role and the character of PAME is an essential condition for the correct orientation of our work, of the measures to be taken to build a strong class pole in the trade union movement.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
70

A PAME é o resultado da necessidade de mobilização dos sindicatos em resposta contra as características de classe corruptas do sindicalismo controlado pelos governos e pelos patrões. A PAME
vem da necessidade de mobilizar e preparar as forças dos trabalhadores para lutar de forma contínua e determinada contra o imperialismo e contra o regime dos monopólios. Portanto, alcançar uma percepção unificada sobre o papel e carácter da PAME é condição essencial para a correcta orientação do nosso trabalho e para as medidas que precisam de ser tomadas para construir um forte pólo de classe dentro do movimento sindical.

PAME is not a trade-union tendency. It is a union pole. It has a movement character and sociopolitical goals. It is a front of class unions, Federations, Labor Centers, trade unionists, workers’ committees, who fight coordinated, nationwide, in terms of mass movement, under a framework of demands that reflect the interests of the working class and confronts the strategy of capital, the capitalist reforms, the overall anti-people’s policy imposed by the European Union and the governments of the capital.

A PAME não é uma tendência sindical. É um pólo sindical. É um movimento com objectivos de carácter político-social. É uma frente dos sindicatos de classe, federações, uniões regionais de sindicatos, sindicalistas, comités de trabalhadores de classe, que lutam de forma coordenada, a nível nacional, em termos de movimento de massas, sob os parâmetros das reivindicações que reflectem os interesses da classe operária e que confronta a estratégia do capital, as reformas capitalistas e a política geral anti-popular imposta pela União Europeia e os governos do capital.

PAME is the most advanced form of trade union organization not only because it brings together private and public sector workers, unemployed, pensioners, etc. But also because the objectives of PAME are advanced. PAME is rallying forces. PAME is not waiting for the GSEE and ADEDY (Confederations of Private and Public Sector, members of ITUC) to act. PAME does not wait for what
will one or the other trade union organization is going to do, in order to intervene on the problems of the workers. It does not submit to the negative correlation of forces, but everyday tries to develop multiform struggles.

A PAME é a mais avançada forma de organização sindical não apenas porque junta os trabalhadores do sector público e do sector privado , desempregados, pensionistas, etc. Mas também porque os objectivos da PAME são avançados. A PAME está a mobilizar forças. A PAME não está à espera da GSEE e da ADEDY (Confederações do Sector Privado e Público, membros da CSI) para agir. A PAME não espera pelo que fará uma ou outra organização sindical, de forma a intervir nos problemas dos trabalhadores. A PAME não se submete à correlação de forças negativa, mas pelo contrário a PAME todos os dias tenta desenvolver múltiplas formas de luta.

Unions should not be “hidden” behind the action of PAME, they should not standardize their action and their function must not be dried out. PAME should be the rallying of the vibrant action
of the unions. Through this effort, PAME succeeds in performing successfully coordinated fights and nationwide strikes.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
71

Os sindicatos não devem ficar “escondidos” por detrás da acção da PAME, eles não devem standardizar a sua acção e as suas funções não devem ser esgotadas. A PAME deve ser a mobilização da acção vibrante dos sindicatos. Através deste esforço, a PAME é bem sucedida em coordenar com êxito as lutas e greves nacionais.

This is a great achievement for all the workers and it is necessary to be strengthened, in order for the class movement to fight from a position of strength against the anti-people’s policy and the strategy of capital. By promoting its own demands, its own position of the way of development of economy and society in accordance with the best interests of the workers and with the aim of abolishing the exploitation of man by man.

Isto é um grande feito para todos os trabalhadores e é necessário fortalecê-lo, de forma ao movimento de classe lutar desde uma posição de força contra a política anti-popular e a estratégia do capital. De forma a promover as suas próprias reivindicações, a sua própria posição sobre o tipo de desenvolvimento da economia e da sociedade de acordo com os melhores interesses dos trabalhadores e com o objectivo de abolir a exploração do homem pelo homem.

It is wrong to work without consulting the unions for an action or activity of PAME. It is not enough if a majority of a Union Board agrees with PAME in order for the union to become part of our ranks. We need renewing of the trust, through the discussion and the promotion of our action to the workers. It should not be the rule the central initiatives not to have the full confirmation of the Union’s General Assembly of the workers, without the participation of the workers.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
72

É errado trabalhar para uma acção ou actividade da PAME sem consultar os sindicatos. Não é suficiente que a maioria da Direcção do Sindicato esteja de acordo com a PAME de forma a que o sindicato se torne parte das nossas fileiras. Nós precisamos de renovar a confiança, através da discussão e da promoção da nossa acção juntos dos trabalhadores. Não deve ser uma regra geral das iniciativas centrais que não se tenha a confirmação total dos trabalhadores da Assembleia Geral do Sindicato e sem a participação dos trabalhadores.

Sindicatos de Empresa e de Sector – Livro da PAME

13. Company and Branch Based Trade Unions

13. Sindicatos de Empresa e de Sector

The organization in a Branch Based Trade Union is a step forward in the workers’ consciousness compared to the organization in a company based union. The foundation of a series of Branch Based Trade Unions and their massification, deescalates the guild perceptions, it is a leap in the consciousness of a worker on the basis of unity in the branch and in the common action against the major employers of the sector.

A organização nos Sindicatos Organizados por Sector é um passo em frente na consciência dos trabalhadores comparada com a organização num sindicato baseado na empresa. A fundação de uma série de Sindicatos de Sector e a sua massificação, reduz as percepções corporativistas (guild perceptions), é um salto em frente na consciência de um trabalhador na base da unidade no sector e na acção comum contra os patrões do sector.

On this basis there is the need to be ready and more daring in forms of organization where a number of categories of workers are not covered by trade unions or there is fast movement from job to job.

Nesta base existe uma necessidade para estar preparado e para formas mais corajosas (audazes) de organização onde um número de trabalhadores não está coberto pela acção dos sindicatos ou onde existe um movimento rápido de emprego para emprego.

The planning of our action should be focused on the branch level, utilizing secondarily the territorial – geographical element (eg. Industrial zones of coexistence of many sectors) but without devaluating the company based union (eg high concentration of the working class in large production units, commerce groups). In conditions of high monopolization of the economy, large-scale companies that usually spread their activities in different sectors should not get out from our orientation. It is a matter of unity for the workers of a large
scale company to have a common front against the employer, irrespectively of the diversity of sectors they belong to. Workers should struggle together against the attack of employers, against
the dismissals and they should develop solidarity.

O planeamento da nossa acção deve estar focado no nível de sector, utilizando de forma secundária o elemento territorial-geográfico (exemplo: zonas industriais onde coexistem muitos sectores) mas sem desvalorizar o sindicato baseado na empresa (exemplo: grande concentração da classe operária em grandes unidades de produção, grupos de comércio). Em condições de grande monopolização da economia e empresas de grande escala que espalham as suas actividades por diferentes sectores [a nossa acção] não deve sair dos eixos da nossa orientação. É uma questão de unidade dos trabalhadores nas empresas de grande escala ter uma frente comum contra o patrão, independentemente da diversidade de sectores a que eles pertencem. Os trabalhadores devem lutar juntos contra o ataque dos patrões, contra os despedimentos e devem desenvolver a solidariedade.

On this basis, the forces of PAME and mainly the Branch Based Trade Unions should be oriented to the contact with the industrial and company based unions while having a good point of view of
what the situation is. There should be no waiver in front of the difficulties, the negative correlation of forces that can be found, and the orientation of several company based unions, who are in support of the employers’ interests. There are positive examples showing that it is possible to open paths of contact with workers or even to influence on trade unionists and union boards, by expanding our action this way. There are also positive examples of class oriented company based unions, which were founded through the action of branch and industrial unions’ committees.

Nesta base, as forças da PAME e principalmente os Sindicatos Organizados por Sector devem ser orientados para contactar com os sindicatos de empresa e de indústria (fábrica), e entretanto devem ter um bom ponto de vista sobre qual é a situação [no terreno]. Não deve haver vacilação diante das dificuldades, diante da correlação de forças negativa que podemos encontrar e perante a orientação de diversos sindicatos sindicatos de empresa, que estão a apoiar os interesses dos patrões. Existem exemplos positivos que demonstram que é possível abrir caminhos de contacto com os trabalhadores ou até de influenciar sindicalistas e direcções sindicais, ao expandirmos a nossa acção desta maneira. Existem também exemplos positivos de sindicatos de empresa com orientação de classe, que foram fundados através da acção das comissões sindicais dos sindicatos de sector e de indústria.

We should not leave them in peace. We should not think that the battle in company based unions does not concern us. We can move ahead of the developments. We can influence workers, we can reveal the corruption and that many of them work with utmost secrecy and unprecedented violations in trade union procedures in order to exclude us and alter the correlation of forces. We should open front against company based union boards which are tools in the hands of employers and they present false and compromised unionists.
PAME – All Workers Militant Front – Greece
69

Nós não devemos deixá-los em paz. Nós não devemos pensar que a batalha nos sindicatos de empresa não nos dizem respeito. Nós podemos mover-nos um passo à frente dos acontecimentos. Nós podemos influenciar os trabalhadores, nós podemos revelar a corrupção e nós podemos revelar que muitos deles (os sindicalistas amarelos) trabalham com o maior secretismo e violações sem precedentes aos estatutos sindicais de forma a nos excluir e alterar a correlação de forças. Nós devemos abrir uma frente contra as direcções de sindicatos de empresa que são ferramentas nas mãos dos patrões e que representam sindicalistas falsos e vendidos (compromised).